Bruna Marquezine reforça: o estupro nunca é culpa da vítima

27. setembro 2016 Famosos 0
Bruna Marquezine reforça: o estupro nunca é culpa da vítima

Na semana passada, uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), revelou que um a cada três brasileiros concorda com a afirmação de que “a mulher que usa roupas provocativas não pode reclamar se for estuprada”.

De acordo com o levamento, o percentual de homens e mulheres que acreditam a mulher é responsável pela violência sexual foi o mesmo, porém, quando ambos os grupos foram questionados se “mulheres que se dão ao respeito não são estupradas”, o índice foi maior entre eles (42% contra 32% delas).

E no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, exibido hoje (27) pela Rede Globo, a apresentadora tocou no assunto com seus convidados. Entre eles, estavam Babi Souza, jornalista criadora do movimento Vamos Juntas?, e a atriz Bruna Marquezine. A conversa teve início com os dados apresentados na pesquisa acima. Fátima acrescentou ainda que, segundo estatísticas, ocorrem 50 mil casos de estupro no Brasil, e que de cada 10 vítimas, 6 conhecem o agressor.

Foi então que a apresentadora comentou que Bruna postou em seu Instagram uma imagem que dizia: “Não ensinem mulheres como não ser estupradas, ensinem homens a não estuprar”. A publicação foi feita após o caso do estupro coletivo de uma jovem carioca em maio passado.

“É uma necessidade de todo mundo entrar numa campanha como essa?”, perguntou.

“Acho que sim, principalmente nós, mulheres”, respondeu a atriz. “Mulheres acreditam que a culpa é da mulher. Isso é assustador. Eu acho que é necessário falar sobre isso. A internet, hoje, é uma maneira de falar para tantas pessoas. Eu acho que as pessoas estão se conscientizando cada vez mais de falar, de apoiar mais essas campanhas. Mas é surreal. A mulher tem o direito de usar o que ela quiser, e isso não dá o direito de ninguém de encostar nela sem permissão“.

Embora seja terrível que qualquer pessoa realmente acredite que uma mulher foi responsável pela violência sexual que sofreu, é desconcertante ouvir isso da boca de alguma mulher. Porém, como explicou Babi Souza, do Vamos Juntas?, as mulheres também estão inseridas na mesma sociedade machista, portanto, muitas vão acabar reproduzindo esse tipo de pensamento.

“A gente esquece que nós vivemos numa sociedade muito sexista. As mulheres também acabam reproduzindo o machismo pelo mesmo fato que dos homens”, explicou a jornalista. “E a gente não percebe… Quando a gente está falando que outra mulher foi culpada nós estamos falando de nós mesmas“.

Só para não deixar qualquer dúvida: não importa qual seja a roupa, o comportamento, se a mulher estava sozinha ou não. A culpa nunca é da vítima. NUNCA!