Britney Spears escreve uma bonita carta para seus fãs LGBT; prova que é mesmo a princesa do pop

Britney Spears escreve uma bonita carta para seus fãs LGBT; prova que é mesmo a princesa do pop

O dia 28 de junho é o Dia Internacional do Orgulho LGBT. Nessa mesma data, em 1969, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e drag queens se uniram contra as batidas policiais que ocorriam com frequência no bar Stonewall-Inn, em Nova York. O episódio marcou a história do movimento LGBT, que continua lutando por direitos e visibilidade. Em homenagem à data, durante o mês de junho, portais nerds feministas se juntaram em uma ação coletiva para discutir de temas pertinentes à data e à cultura pop, trazendo análises, resenhas, entrevistas e críticas que tragam novas e instigantes reflexões e visões. São eles: Collant Sem Decote, Séries Por Elas, Kaol Porfírio, Delirium Nerd, Valkirias, Momentum Saga, Nó de Oito, Ideias em Roxo, Preta, Nerd & Burning Hell, e o Prosa Livre.

Britney Spears não só faz a gente dançar até o mundo acabar, como também é uma aliada das causas LGBT. De tempos em tempos, a princesa do pop reitera seu apoio aos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, e neste mês do Orgulho LGBT não foi diferente.

A revista Billboard convidou algumas estrelas da música pop para que escrevessem cartas de amor aos seus fãs que integram a comunidade do arco-íris, e a voz do hit “Toxic” não ficou de fora. A mensagem da cantora foi de agradecimento pelo carinho de seus fãs durante toda sua carreira, mas afirmou que é o exemplo deles que a fazem continuar sempre em frente.

“Essa é minha carta de amor aos meus fãs LGBT. Por toda minha carreira, vocês sempre expressaram muito o impacto positivo que eu tive em vocês: que eu instilei alegria, esperança e amor em tempos em que não havia nada disso. Que minha música é uma inspiração. Que minha história dá esperança a vocês.

Mas eu tenho um segredo para dividir com vocês. Vejam, na verdade, são vocês que me elevam. A lealdade inabalável, a falta de julgamento, a verdade sem remorsos. Aceitação! Suas histórias são o que me inspiram, que trazem alegria e fazem com que eu e meus filhos nos esforcemos para sermos pessoas melhores.

Eu amo vocês. Britney”.

Imagem: Billboard

Não é a primeira vez que Britney Spears demonstra seu apoio à comunidade LGBT. No ano passado, ela afirmou que “ainda há muito trabalho para ser feito a fim de conquistarmos a mudança social”. Também em 2016, ela participou com outros artistas em uma música, cujos lucros seriam revertidos para as famílias do tiroteio na boate Pulse, que terminou com 49 mortos.

Em 2015, a artista gravou um vídeo para uma uma ONG LGBT, pedindo aos seus fãs que se unissem contra o bullying e apoiassem jovens LGBT. E em 2014, ela escreveu uma carta para um de seus fãs, o qual também havia escrito uma carta a ela, agradecendo como a cantora foi fundamental em um difícil momento de sua vida. David LeCours, que é assumidamente gay, recebeu uma resposta de seu ídolo.

“Querido David,

fiquei feliz ao receber sua carta. Fiquei muito feliz com o quão corajoso você foi ao ser abertamente gay. Sempre foi dito a mim que, desde que saiba no seu coração, isso é o que importa. Eu tento seguir meu coração e meus sonhos todos os dias da minha vida, e acho que é por isso que estou onde estou hoje. Significa muito para mim ter um fã como você, que tira um tempo para escrever uma carta tão emocionante. Sua carta foi emocionante e sincera. Eu desejo a você nada além do melhor no futuro e espero que você continue sorrindo.

Brilhe muito sempre, Britney Spears”.

Que coração, né? Feliz mês do Orgulho LGBT para todos!