Axe questiona o que é ser homem de verdade em poderoso comercial

Axe questiona o que é ser homem de verdade em poderoso comercial

A Axe volta a querer desconstruir os ideais da masculinidade em um novo comercial. Intitulado de “meninos podem…”, o filme publicitário é narrado por um rapaz que faz todos aqueles questionamentos que meninos e homens no mundo todo já devem ter feito em algum momento de suas vidas.

“Meninos podem ser magros? Não gostar de esportes? Ser virgem? Experimentar com outros caras? Usar rosa? Ficar nervoso? Ter cabelo comprido? Gostar de gatos? Gostar de fazer selfies? Se depilar? Ficar deprimido? Ficar com medo? Ficar dentro da conchinha?”, indaga o vídeo, que termina dizendo que essas são perguntas que garotos fazem todos os dias na internet, trazendo imagens de pesquisas do Google.

“Meninos podem ser eles mesmos?”, conclui a Axe.

O comercial foi feito pela agência 72andSunny, de Amsterdã, e dá continuidade à campanha que a marca começou no ano passado, quando fez um filme publicitário incentivando os homens a abraçarem quem são, mostrando inclusive um rapaz na cadeira de rodas e outro dançando com salto alto.

Em “meninos podem…”, a Axe vai até um pouco mais longe, trazendo até um questionamento envolvendo sexualidade (“experimentar com outros caras”). A ação visa fazer com que o público, principalmente o masculino, questione o que é ser um homem de verdade. Há um jeito certo para isso? 

Para a realização da campanha, a empresa se uniu com a organização Promundo, que fez uma pesquisa a pedido da marca de desodorantes, cujos resultados mostraram que 72% dos homens americanos acreditam que homens devem se comportar de uma maneira específica, 52% acham que homens que falam abertamente sobre seus medos e preocupações não merecem respeito e 66% pensam que é dever do homem achar soluções para seus problemas sem pedir ajuda a ninguém.

Esses são comportamentos perigosos, que podem levar homens a desenvolver depressão e até tentar suicídio, uma vez que sentem que não há alternativas.

“Essa luta interna pode contribuir para o bullying, violência e até mesmo suicídio. Como incentivadora da auto-expressão, a Axe acredita que não há apenas uma forma de ser homem e lança a iniciativa ‘Find Your Magic’ [“encontre sua mágica”, em português], para tocar nessa questão importante”, disse a empresa em um comunicado divulgado pelo AdWeek.

A iniciativa conta com o apoio das organizações The Representation Project e Ditch The Label, além da Promundo, e espera “quebrar o ciclo de masculinidade tóxica ao oferecer recursos para que os homens vivam com mais liberdade”.

“No ano passado, a Axe pediu aos rapazes para que ‘encontrassem sua mágica’ e expressarem o que os tornam verdadeiramente únicos”, conclui o comunicado. “Mas nós não podemos apenas dizer a eles para serem quem são sem tocar nas questões culturais por trás disso e nas definições restritivas da masculinidade que os prendem. Eles não são os únicos que se machucam, mas todos se machucam”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *