Ava DuVernay contratará equipe só de mulheres para série de televisão

Ava DuVernay contratará equipe só de mulheres para série de televisão

Ava DuVernay continua a trabalhar pela diversidade no entretenimento. A diretora do aclamado “Selma” contratará apenas mulheres para trabalhar na direção de “Queen Sugar”, série que será transmitida no canal de televisão da apresentadora Oprah Winfrey, o OWN.  Segundo o New York Times, muitas das candidatas são diretoras afro-americanas de filmes independentes. “É uma época animadora para convidar apenas mulheres para esse seriado e tentar contar a história de uma família de mulheres fortes que fazem algo maravilhoso”, disse a cineasta ao jornal.

“Queen Sugar” será gravada em Nova Orleans e é baseada no livro de Natalie Baszile, escritora negra americana, cuja obra foi premiada no Hurston Wright College Writers Award, uma organização que celebra autores e autoras negros. A história gira em torno de Charley Bordelon, uma viúva, e sua filha, Micah, as quais moram em Los Angeles, e recebem a notícia de que Charley herdou de seu pai uma fazenda de cana de açúcar na área rural de Louisiana. A mãe não possui qualquer conhecimento sobre cana, mas isso não a impede de tentar recomeçar sua vida em outra área dos Estados Unidos.

A série tem vários pontos a serem comemorados, entre eles o protagonismo dado a mulheres negras, já que elas ainda são pouco representadas na televisão, além, claro, do cargo de direção ficar a cargo de diversas mulheres, algo que, infelizmente, também não é muito comum. De acordo com um estudo do ano passado, entre os anos de 2014 e 2015, elas dirigiram apenas 16% de 3.910 episódios dos seriados que foram exibidos durante o período. Parafraseando Viola Davis em seu discurso no Emmy Awards no ano passado: “a única coisa que separa mulheres negras de todos os outros é a oportunidade.” E Ava DuVernay e Oprah Winfrey estão dando a elas a oportunidade que elas precisam.

“Queen Sugar” terá 13 episódios e deve ir ao ar no final deste ano.