As atrizes da Rede Globo se uniram em um gesto poderoso contra o assédio sexual

As atrizes da Rede Globo se uniram em um gesto poderoso contra o assédio sexual

A internet foi tomada por mensagens de atrizes e apresentadoras da Rede Globo, além de diversas mulheres, contra o machismo. Nas redes sociais, elas postaram imagens e posaram para fotos vestindo camisetas e levantando cartazes que diziam: “Mexeu com uma, mexeu com todas. #ChegaDeAssedio“.

Esse gesto é uma resposta de solidariedade à figurinista Susllem Meneguzzi Tonani, a qual denunciou o ator José Mayer por assédio sexual, por meio de um texto publicado no blog Agora é Que São Elas, da Folha de São Paulo. De acordo com ela, o artista fazia comentários desrespeitosos sobre sua aparência e que chegou a colocar “a mão esquerda na minha genitália”.

“Quantas vezes tivemos e teremos que nos sentir despidas pelo olhar de um homem, e ainda assim – ou por isso mesmo – sentir medo de gritar e parecer loucas? Quantas vezes teremos que ouvir, inclusive de outras mulheres: ‘ai que exagero! Foi só uma piada’. Quantas vezes vamos deixar passar, constrangidas e enojadas, essas ações machistas, elitistas, sexistas e maldosas?”, escreveu.

Logo após o artigo, Mayer negou ter assediado sexualmente sua colega de trabalho, afirmando que respeita todas as mulheres, acrescentando que o comportamento referido a ele era de seu personagem Tião Bezerra, personagem da antiga novela “A Lei do Amor”.

Com a denúncia, a Rede Globo decidiu afastar o ator das novelas por tempo indeterminado. Em um comunicado, a emissora disse que não quer “dar visibilidade a uma das partes envolvidas numa questão que é visceralmente contra tudo que a Globo acredita”.

Além dos protestos das atrizes, José Mayer também resolveu se manifestar hoje, mas dessa vez, admitindo o erro.

“Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. […] Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são. Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele”.

A atitude das atrizes é um lembrete poderoso de que é urgente combater o assédio sexual no ambiente de trabalho, uma realidade que é, infelizmente, muito comum às mulheres, como foi com Susllem Meneguzzi Tonani.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 52% delas já sofreram assédio sexual no trabalho. Venha de quem vier, seja do ator da Globo, do colega de escritório, ou até do chefe da empresa, é preciso que os homens sejam denunciados e responsabilizados por suas atitudes. E como muitas mulheres têm medo de formalizarem uma denúncia, o gesto das celebridades não serve apenas para lembrá-las de que não estão sozinhas, mas de que, não serão silenciadas e, juntas, podem mudar uma cultura machista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *