Assim como as atrizes de “Big Little Lies”, nós também queremos mais papéis na TV para as mulheres

18. setembro 2017 Televisão 0
Assim como as atrizes de “Big Little Lies”, nós também queremos mais papéis na TV para as mulheres

Ontem à noite (17), o Emmy Awards premiou “The Handmaid’s Tale” e “Big Little Lies” como as grandes séries da televisão, recebendo 8 troféus cada uma. Em tempos tão difíceis para os direitos das mulheres, é ótimo ver produções centradas em protagonistas femininas ganhando reconhecimento.

E no palco do evento, o elenco de “Big Little Lies” – Reese Witherspoon, Nicole Kidman, Shailene Woodley, Zoë Kravitz e Laura Dern – fez um apelo para Hollywood: façam papéis melhores para mulheres.

“Foi um ano incrível para as mulheres, se assim eu posso dizer”, disse Reese. “Tragam as mulheres para para a frente de suas próprias histórias”.

“Reese, eu divido isso com você”, continuou Nicole. “Essa é uma amizade que criou oportunidades. Criou oportunidades da frustração, pois nós não recebíamos bons papéis. Agora, por favor, mais papéis melhores para mulheres”.

E as atrizes do seriado da HBO fazem um válido ponto sobre representação feminina no cinema e na televisão. A começar pela quantidade dessas personagens, seja na TV ou cinema. Na telinha, somando TV aberta, a cabo e plataformas de streaming, mulheres formam 42% dos personagens com falas, segundo um estudo do Center for the Study of Women in Television & Film. É um aumento de 4% em relação ao ano passado e, sem dúvida, um número muito maior do que o encontrado nas telonas, onde apenas 31,4% das personagens são mulheres. Atrás das câmeras, o número de mulheres trabalhando atrás das câmeras também é muito pequeno, independente do tipo de mídia que você escolher.

“Eu atuo desde meus 11 anos e acho que eu trabalhei com, talvez, 12 mulheres”, reconheceu Laura Dern, que foi premiada com o Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie. Nos bastidores, a artista reconheceu que há uma mudança acontecendo em Hollywood, que tem criado mais oportunidades para mulheres. “Graças a Deus estamos vendo mais e mais mulheres [na frente e atrás das câmeras]. Quando eu comecei com 11 anos, até o maquiador era um homem. As coisas mudaram dramaticamente. A revolução cria a voz e a voz é muito animadora. É uma ótima época, mais do que nunca, para ser mulher”.

Embora Laura Dern esteja bem otimista, por mais que o cenário esteja melhorando, ainda há muitas barreiras para mulheres. Estereótipos de gênero ainda são muito comuns e mulheres de minorias étnicas ainda possuem muito menos espaço do que mulheres brancas. “Big Little Lies”, por exemplo, por mais que seja um show poderoso e com mulheres poderosas, ainda possui um elenco majoritariamente branco. 

Ainda assim, o seriado representa um bom exemplo de representação feminina, um no qual mais e mais roteiristas deveriam se espelhar quando criarem personagens femininas. Aliás vale dizer que os seriados que venceram grande no Emmy Awards 2017 tiveram suas histórias centradas em mulheres. Será que o futuro será mesmo feminino? Ao que tudo indica, parece que sim!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *