As 10 atrizes mais bem pagas do mundo têm algo em comum: são todas brancas

21. agosto 2017 Famosos 0
As 10 atrizes mais bem pagas do mundo têm algo em comum: são todas brancas

A revista Forbes liberou na semana passada a lista anual de atrizes mais bem pagas do mundo. Emma Stone ficou em primeiro lugar, conquistando US$ 28 milhões, graças ao seu papel em “La La Land”, filme que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz neste ano.

Em segundo lugar, vem Jennifer Aniston e seus US$ 25,5 milhões, dos quais boa parte vem dos contratos publicitários que possui e sua marca de cosméticos. E na terceira posição está Jennifer Lawrence, que fez US$ 24 milhões nos últimos 12 meses do ano.

Para fazer a lista, a publicação leva em conta diversos fatores, como resultados de bilheteria, e faz os cálculos sem os descontos de impostos e pagamentos de equipe (assessores e advogados, por exemplo). 

O top 10 é composto pelas seguintes atrizes:

  1. Emma Stone — US$ 26 milhões
  2. Jennifer Aniston — US$ 25,5 milhões
  3. Jennifer Lawrence — US$ 24 milhões
  4. Melissa McCarthy — US$ 18 milhões
  5. Mila Kunis — US$ 15,5 milhões
  6. Emma Watson — US$ 14 milhões
  7. Charlize Theron — US$ 14 milhões
  8. Cate Blanchett — US$ 12 milhões
  9. Julia Roberts — US$ 12 milhões
  10. Amy Adams — US$11,5 milhões

Com certeza, é inegável o talento de todas as artistas listadas. E, por isso, é válido fazer dois apontamentos: 6 das 10 atrizes possuem mais de 40 anos (Jennifer Aniston, Melissa McCarthy, Charlize Theron, Cate Blanchett, Julia Roberts e Amy Adams), o que significa que, embora os trabalhos sejam mais escassos para as mulheres nessa faixa etária, os estúdios parecem querer investir em mulheres mais experientes – e estão mesmo dispostos a pagar por isso.

Mas além disso, há uma similaridade entre as atrizes da lista da Forbes: todas elas são brancas. No ano passado, havia duas artistas asiáticas entre as 10 mais bem pagas: a chinesa Fan Bingbing e a indiana Deepika Padukone. Isso mostra que, embora os estúdios pareçam oferecer mais a mulheres mais experientes, eles ainda estão mais dispostos a pagar por talento branco.

Viola Davis, Taraji P. Henson, Octavia Spencer, por exemplo, são três grandes atrizes negras, com mais de 40 anos, que se destacaram em seus respectivos filmes (“Um Limite Entre Nós” e “Estrelas Além do Tempo”), sendo inclusive indicadas ao Oscar deste ano. Viola, vale lembrar, foi ganhadora na categoria Melhor Atriz Coadjuvante. Por que elas estão recebendo menos, apesar de fazerem trabalhos elogiados pela crítica e pelo público?

Mas além da desvalorização do trabalho, é preciso lembrar que atrizes de minorias étnicas ainda possuem menos espaço na indústria cinematográfica do que suas colegas brancas. Um recente estudo avaliou as 100 maiores produções de 2016, e revelou que 31,4% das personagens no cinema eram mulheres. Porém, a maioria delas eram brancas. Enquanto 11 dos 100 grandes filmes do ano passado não tinham mulheres brancas, 47 deles não tinham mulheres negras, 66 filmes não tinham mulheres asiáticas e 72 filmes não tinham mulheres latinas. Dessa maneira, fica difícil que a lista das maiores estrelas do cinema seja mais diversa.

Quando pedimos o fim da discriminação contra mulheres, isso significa a todas elas. Porém, o que continuamos vendo é o contrário disso. Mas sinceramente, ninguém aguenta mais esse clichê hollywoodiano. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *