5 filmes LGBT para você assistir em 2018

04. Janeiro 2018 Cinema 0
5 filmes LGBT para você assistir em 2018

O ano novo já chegou e, com ele, vieram novas oportunidades de vermos a representação LGBT no cinema. Histórias centradas nas experiências de lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans ainda são poucas: na maioria das vezes, esses personagens são secundários e suas narrativas quase não têm influência no caminhar dos filmes.

Graças às produções indie, é possível vermos personagens LGBT nas telonas, em histórias complexas e bem elaboradas, já que blockbusters ainda evitam esse tipo de conteúdo – ou pelo menos de maneira explícita (vide “A Bela e a Fera” e a ‘cena exclusivamente gay’). No ano passado, “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, por exemplo, foi o Melhor Filme do Ano pelo Oscar, o que coroou o belo trabalho do elenco e do diretor da obra, Barry Jenkins. 

Em 2018, temos mais filmes LGBT para assistir, e aqui vão 5 deles:

“Saturday Church”

Ullysses (Luka Kain) é um garoto que precisa lidar com a morte do pai aos 14 anos. Assumindo o papel de “homem da casa”, o menino se vê assumindo grandes responsabilidades, ao mesmo tempo em que começa a questionar sua sexualidade e identidade de gênero. Porém, Ullysses possui uma família conservadora, que não permite que ele possa se expressar com liberdade. 

Ao conhecer pessoas trans, ele encontra um mundo de novas possibilidades no “Saturday Church”, um programa para jovens LGBT. Lá, ele aprende a beleza das artes e vai se descobrindo. Mas quando sua paixão pela dança é descoberta, o garoto pode vir a perder sua família.

O filme, dirigido por Damon Cardasis, ainda não tem data de estreia, mas já é visto como uma mistura de “Moonlight” e “La La Land”. Para quem gosta de musicais e uma trama envolvendo auto-descoberta, “Saturday Church” é para você.

“Me Chame Pelo Seu Nome”

Elio (Timothée Chalamet) é um menino de 17 anos, que vive no norte da Itália com seus pais. O garoto é muito inteligente, mas desconhece “as coisas que importam”, como ele mesmo diz. Seu mundo vira de cabeça para baixo com a chegada de Oliver (Armie Hammer), um estudante que vai até a Itália para aprender sobre arte com o pai do protagonista. Enquanto se aproxima de Oliver, Elio vai descobrindo mais sobre seus desejos, e os dois constroem uma intensa relação. 

“Me Chame Pelo Seu Nome” foi muito elogiado pela crítica e já é apontado como um dos favoritos para o Oscar deste ano. O filme chega aos cinemas brasileiros no dia 18 de janeiro.

“Love, Simon”

Simon (Nick Robinson) é um adolescente que luta com sua sexualidade e os dilemas de viver ‘dentro do armário’. Sua família ainda não sabe sobre sua orientação sexual, assim como ele também não sabe a identidade do garoto por quem se apaixonou pela internet. 

Essa é uma história divertida e que oferece um outro olhar sobre a adolescência, dessa vez pela perspectiva de um jovem homossexual. É um período da vida com muitas complicações, mas que podem ser ainda mais difíceis para LGBTs. “Love, Simon” deve estrear em março deste ano.

“My Days of Mercy”

Ellen Page e Kate Mara estrelam esse longa, que também não tem data de estreia. A primeira é Lucy, filha de um homem que está sentenciado à pena de morte, e que luta para que pelo fim desse tipo de pena. Em um evento, ela conhece Mercy, filha de um policial, cujo parceiro foi morto por um homem. As duas mulheres têm visões muito diferentes, mas descobrem uma forte atração uma pela outra.

“The Miseducation of Cameron Post”

“The Miseducation of Cameron Post” estrela a já conhecida Chloë Grace Moretz ao lado de Forrest Goodluck, Sasha Lane, John Gallagher Jr. e Jennifer Ehle. A atriz dá nome à personagem-título do longa, a qual, após ser flagrada com outra menina, é levada para um acampamento onde acontece a terapia de conversão. Ou em bom português, a tal da “cura gay”. No local, apesar da terrível realidade, ela conhece jovens como ela, formando assim uma comunidade, e finalmente se encontra.

O filme é baseado no livro de mesmo nome, escrito por Emily Danforth, e é dirigido e escrito por Desiree Akhavan. “The Miseducation of Cameron Post” será exibido no Festival de Cinema de Sundance deste ano.