5 bons motivos pelos quais você precisa assistir “How To Get Away With Murder”

5 bons motivos pelos quais você precisa assistir “How To Get Away With Murder”

Eu tenho algo a confessar: não sou desses que acompanham centenas de seriados e ficam horas em frente à televisão fazendo maratona de séries no final de semana. São poucos os seriados que realmente me prendem e me fazem ficar como doido esperando o próximo episódio.

E é o que “How To Get Away With Murder” tem feito comigo. Sério. No Twitter não se falava de outra coisa, então, resolvi tentar. Não me arrependo. Minhas últimas semanas foram dedicadas a assistir a série.

A trama gira em torno de Annalise Keating, uma advogada criminalista e professora universitária, que seleciona, todos os anos, 4 dos seus melhores alunos para estagiarem em sua empresa e ajudá-la a preparar a defesa de seus acusados, que para muita gente seriam “casos perdidos”. Pela primeira vez, ela seleciona 5 alunos e “How To Get Away With Murder” explora os mais diversos casos, além de possuir um assassinato como pano de fundo, que mexe com todos os protagonistas.

Se você não assistiu a essa série ainda, aqui vão 5 motivos para começar a maratona agora:

5 – Não é só mais um seriado sobre crimes:

A televisão, principalmente a americana, já fez vários seriados sobre crimes, com advogados que solucionam vários tipos de casos (eu adorava Cold Case), mas “How To Get Away With Murder” consegue prender pelos diálogos rápidos, casos dificílimos de serem defendidos e pela astúcia de Annalise (Viola Davis) e sua equipe.

O mais interessante é perceber como não há certo ou errado no tribunal, mas quem conta a melhor versão de uma história. Além disso, vemos como as leis americanas funcionam, o que nos deixa curiosos para o próximo caso.

4 – A história é instigante:

Como disse antes, não é só mais uma série sobre crimes. A professora Annalise Keating é durona e escala 5 dos seus alunos para trabalharem com ela: Wes Gibbins (Alfred Enoch), Michaela Pratt (Aja Naomi King), Connor Walsh (Jack Falahee), Laurel Castillo (Karla Souza) e Asher Millstone (Matt McGorry). Todos tentam a todo custo impressionar a personagem de Viola Davis, que não se deixa levar por pouca coisa.

Entre um caso e outro, há um assassinato sem solução que acaba envolvendo todos os personagens. A cada novo desdobramento, ficamos querendo saber mais e mais sobre o que aconteceu. Os episódios terminam e só o que queremos é que ele dure mais um pouco.

3 – O elenco principal é bem diverso:

how to get away with murder 5 motivos para assistir

“How To Get Away With Murder” possui uma protagonista negra, Viola Davis. Para quem não sabe, a atriz chegou a seralfinetada por uma jornalista do The New York Times por não corresponder ao “padrão de beleza negra”. A resposta de Viola foi os prêmios que conquistou pela sua atuação na pele de Annalise Keating. Em um de seus discursos, Viola agradeceu por uma personagem “que possui a minha ‘beleza clássica'”.

Além de Viola, outros dois protagonistas do elenco principal são negros: Wes e Michaela. Há também um homossexual, Connor, e uma latina, Laurel. Com personagens diversos, alguns episódios refletem questões ligadas a essas pessoas, como casos de racismo. Vale também ressaltar que as mulheres da trama não são aquelas mocinhas passivas. Elas vão pro jogo.

2 – Não existem pessoas somente boas:

Algo interessante em “How To Get Away With Murder” é que não há personagens essencialmente bons, nem ruins. Apesar de aprofundar mais na história de Annalise (Viola Davis), vemos cada um dos personagens mostrarem diferentes atitudes, sendo algumas bem questionáveis.

Mas isso torna cada um deles mais humano. Nenhum de nós é bom o tempo todo, portanto, é mais do que justo que nenhum dos personagens seja. Annalise é misteriosa. Descobrimos mais sobre seu passado no decorrer da série; Wes possui um grande senso de justiça, o que o leva a cometer atos extremos; Michaela é mimada e egoísta, e precisa sair por cima de cada situação; Laurel é uma menina confusa; Connor não mede esforços para conseguir a informação que precisa (literalmente); e Asher é o típico garoto que quer se dar bem em todas as situações.

1 – Viola Davis:

5 motivos para assistir how to get away with murder

Concordo com o texto de Gabriel Perline: provavelmente a série não seria a mesma sem Viola Davis. A atriz é o grande trunfo do seriado ao dar vida à professora que amamos e odiamos tantas vezes em cada episódio. A atuação de Viola é intensa, ela se entrega mesmo ao papel.

Durona, vemos sua personagem mostrar-se vulnerável ao longo da temporada inicial, e entendemos de onde surgiu sua “casca grossa”. Não só isso, Viola se deixa levar pela emoção nas cenas em que precisa chorar e mostra força quando precisa. Em vários momentos, Annalise se desconstrói em cena: tira a peruca e toda a maquiagem, num ato de extrema vulnerabilidade.

Assista “How To Get Away With Murder” e depois me diga se gosta. A série é ótima mesmo e vai ao ar pelo canal da Sony, às quintas-feiras, às 21h30. Vale muito a pena!